PUBLICIDADE

NOVO HORIZONTE DO SUL: Com apoio do Estado, Município planeja ativação de abatedouro com capacidade de gerar até 100 empregos

| IVINOTICIAS/MS GOV


Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O Governo do Estado firmou convênio com a Prefeitura de Novo Horizonte do Sul nesta segunda-feira (31) para financiar a abertura do abatedouro municipal de bovinos e gerar de 80 a 100 empregos diretos na cidade. Com capacidade de abater até 100 animais por dia, a unidade frigorífica atualmente é uma obra inacabada, mas será finalizada e equipada com R$ 2,1 milhões do Pró-Desenvolve (Fundo Estadual Pró Desenvolvimento Econômico), administrado pela Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

 

"Quando nós implementamos o Pró-Desenvolve, que é tocado com recursos que saem do próprio setor industrial, o objetivo era fomentar as atividades econômicas e promover a geração de empregos em todo o Mato Grosso do Sul. Com ele, temos vários investimentos pelo Estado. Agora, em Novo Horizonte do Sul, temos essa obra inacabada de 10 anos que será concluída e equipada para funcionar e gerar empregos. O objetivo é justamente esse, trocar tributos por emprego", destacou o governador Reinaldo Azambuja durante assinatura do convênio.

 

Secretário da Semagro, Jaime Verruck explicou a dinâmia do Pró-Desenvolve no desenvolvimento dos municípios. “O objetivo do programa é apoiar pequenos municípios para que também possam se industrializar através de produtos que tenham no local e também a dotar da própria infraestrutura. Nós temos investido na aquisição de núcleos industriais, como foi o caso de Jaraguari; e também em asfaltamento, que estamos fazendo no Núcleo Industrial de Naviraí, só para citar dois exemplos. Esse é o objetivo do Pró-Desenvolve: industrializar pequenos municípios e avançar”, afirmou.

 

Ao assinar o convênio com o Governo do Estado, o prefeito de Novo Horizonte do Sul, Aldenir Barbosa, conhecido como Guga, contou que a demanda por empregos é grande na cidade. "Através dessa parceria temos a oportunidade de concluir uma obra de 10 anos. Esse abatedouro vai gerar de 80 a 100 empregos no município que tem de 4 a 5 mil habitantes. Isso é de grande relevância para gente. Muito obrigado ao governador Reinaldo e ao secretário Jaime. Agora, vamos buscar a conclusão da obra e botar essa unidade para funcionar, garantindo a geração de empregos", falou.

 

Conforme a minuta do convênio, os R$ 2,1 milhões serão repassados e parcela única e a prefeitura deve prestar contas da utilização dos recursos.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE