Menina de MS é encontrada morta em Goiás e pai da namorada dela é principal suspeito


PUBLICIDADE

MIDIA MAX

O relacionamento de uma jovem de Cassilândia com a filha de um fazendeiro de Goiás acabou em tragédia. A jovem de 16 anos que morava na cidade sul-mato-grossense, foi encontrada morta nesta terça-feira (05) no município de Itarumã (GO).

Adriele Camacho Almeida estava desaparecida desde o dia 13 do mês passado, quando teria viajado de Cassilândia até o município goiano para encontrar outra adolescente, com quem estaria namorando. O corpo de Adriele foi encontrado enterrado em uma fazenda da região.

Ela foi morta a facadas e o corpo foi enterrado de cabeça para baixo, em uma cova estreita e profunda. Após assassinar a garota, os autores jogaram a moto dela no leito do Rio Corrente, na altura da ponte da rodovia que liga Itarumã a Itajá.

Ainda na tarde desta terça-feira, uma equipe de resgate náutico do Corpo de Bombeiros de Jataí (GO) foi acionada e se deslocou para Itarumã com o objetivo de encontrar e resgatar a moto.

No último dia 19, a justiça de Caçu (GO), com base nas denúncias, expediu um mandado de busca contra um adolescente de 17 anos, e de prisão para Cláudio R.A., de 36 anos, pai do jovem. Eles negaram envolvimento no sumiço da jovem, mas permaneceram presos.

Cláudio é o principal suspeito do crime, que teria cometido porque não aceitava o relacionamento homossexual entre a sul-mato-grossense e a filha dele.

Nesta terça-feira, um garoto de 13 anos, também filho de Cláudio, assumiu que teria ajudado o irmão a ocultar o corpo de Adriele. O garoto levou os policiais até o local e o corpo foi encontrado enterrado.

O garoto contou ainda, aos policiais, que foi seu irmão o executor e mentor do homicídio. Ele disse que os dois enterraram a adolescente de cabeça para baixo usando uma cavadeira. (Com informações da Difusora Online e Cassilândia News)
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE