PAPO DE GRAÇA: Por que sofremos?


PUBLICIDADE

IVINOTICIAS/L.E.C.

Por que sofremos?

 

A primeira coisa que temos que saber é que noventa por cento dos problemas que temos são de nossa própria autoria.

 

Sim, infelizmente proporcionamos o caos para nós mesmos na maioria das vezes.

 

Mas como fazemos isso?

 

Ora, fazendo.

 

Explicando melhor, através de nossas ansiedades e despreparos para a vida, invertemos a ordem das coisas.

Aí você já sabe.

 

Vira aquela bagunça que nos casos mais leves são dez anos pra começar a ver uma luz no fim do túnel.

 

Não precisamos nem usar a Bíblia para explicar isso.

 

Casamentos precoces, gravidez na adolescência, imaturidade na juventude, perda de boas oportunidades, irresponsabilidades no serviço, maus investimentos, etc...

 

Claro que existem situações inusitadas e que não podemos controlar.

 

Mas em geral temos boas oportunidades algumas vezes na vida, porem só percebemos quando escolhemos as ruins.

Está escrito:

 

“Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e aproveita bem nos dias da tua juventude, e anda pelos caminhos do teu coração, e faça o que lhe agrade; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo. Afasta, pois, a ira do teu coração, e remove da tua carne o mal, porque a adolescência e a juventude são vaidade.”

Eclesiastes 11:9,10 

 

O conselho do sábio é para que na juventude se faça o que deseja as aventuras do coração, porem não esquecendo-se de Deus.

Aí muita gente não vive essa parte da vida, porque logo cedo já fez compromisso. Seja por casamento, trabalho, família, religião ou outros, no futuro vai fazer falta, e a pessoa vai querer voltar a viver essa parte porque esta infeliz, e geralmente não acaba legal, pois já se tem filhos, contas, compromissos, cargos importantes, de repente é uma figura importante que não pode dar mau exemplo, e de alguma forma esta presa no sistema.

 

Com o tempo apertando, a pessoa vive na pressão escondida, numa vida dupla, até a casa cair, algo que sempre acontece, ou, entra num processo de depressão por exaustão de infelicidade.

 

Claro que muitos são felizes e não sabem por que ficam olhando sempre a grama do vizinho, mas em geral a maioria das pessoas só amadurecem depois de estarem já amarradas até o pescoço.

 

Tudo por falta de sabedoria.

 

No entanto, a pergunta é:

 

Como resolver isso?

 

A verdade é que é uma boa pergunta.

 

Estamos o tempo todo em risco, cada um se apega naquilo que lhe atrai, e a conta chega depois.

 

Difícil saber a resposta, por que cada situação é uma em particular.

 

Mas falando de um modo geral, dizem que o sofrimento amadurece e molda o caráter.

 

Mas terminar a vida em sofrimento não é uma boa pra ninguém.

 

Jesus disse que veio libertar as pessoas através da verdade, já vimos isso com a famosa frase: “Conhecereis a verdade e ela vos libertará”.

 

Agora, Jesus num tem nada ver com as escolhas que fazemos no decorrer da vida.

 

Isso é um problema nosso.

 

Quando jogamos fora boas oportunidades e escolhemos as erradas, o que é que Deus tem a ver com isso?

 

Nada.

 

É eu queria poder dizer que vai haver um milagre, que vai haver um avivamento...

 

Mas não.

 

Tem gente esperando até hoje e já entrou até em depressão, porque continua a mesma coisa.

 

Mas o que agente sabe é que Jesus disse que mesmo nós sendo maus, sabemos ser bons com nossos filhos. (Mt 7:7)

 

Imagina Deus então?

 

Com certeza vai ajudar as pessoas que pedirem uma força.

 

Então o negócio é:

 

Usar a inteligência (se não tiver corre atrás), pedir ajuda a Deus, resolver o problema e ficar esperto para não errar de novo.

 

Não existem fórmulas mágicas, mas existem novas oportunidades.

 

Toda queda não precisa ser um fim, pode ser um recomeço.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE