PMA autua fazendeira em R$ 6.500,00 por extração ilegal de madeira


PUBLICIDADE

PMA

Policiais Militares Ambientais de Aquidauana, em fiscalização ontem à tarde nas propriedades rurais do município de Anastácio (MS) localizaram na fazenda Capim Branco, grande quantidade de madeira das espécies “jatobá”, “piúva” e “jenipapo”, sendo explorada sem autorização ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal). Foram 13 árvores derrubadas e 07 já tinham sido serradas em forma de vigas, caibros e tábuas. Como a madeira não tinha origem foi apreendida.
A proprietária da fazenda, residente em Anastácio foi autuada e multada em R$ 6.500,00. Ela também responderá por crime ambiental. Se condenada, poderá pegar pena de 06 meses a 01 ano de detenção.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE