Japão pede ao Brasil restrição menor a alimentos


PUBLICIDADE

ESTADãO

O Japão pediu hoje ao Brasil que limite as medidas de controle sobre as importações de alimentos japoneses, tomadas após a crise nuclear causada pelo terremoto e pelo tsunami que atingiram o país asiático em 11 de março. O pedido foi feito durante encontro, em Tóquio, entre os ministros de Relações Exteriores de ambos os países.

O Brasil, que tem a maior população mundial de descendentes de japoneses, determinou que os alimentos provenientes do Japão tragam certificados de que são seguros para o consumo. As restrições foram adotadas após os casos de vazamento radioativo ocorridos na central nuclear de Fukushima, na costa nordeste do Japão.

O chanceler japonês, Takeaki Matsumoto, alegou que o Japão não está exportando alimentos contaminados por radiação e pediu ao Brasil que reconsidere sua decisão. O ministro de Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, respondeu a Matsumoto que o governo brasileiro "considerará a possibilidade de mudar ou abandonar" as restrições. As informações são da Dow Jones.
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE