Mulher é presa por furtar e tentar vender computador da PGE no camelódromo


PUBLICIDADE

CAMPO GRANDE NEWS

Eliane Soares Mathias, 45 anos, foi presa por furtar computadores de dois prédios públicos de Campo Grande.

Segundo a Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), ela era monitorada desde 07 de abril, quando furtou um CPU da PGE (Procuradoria Geral do Estado).

O computador era vendido no camelódromo de Campo Grande e foi recuperado pela Polícia.

A partir da apreensão do CPU, Eliane começou a ser investigada.

Conforme os levantamentos, ela furtou o notebook de um professor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) na quinta-feira (15/04) e foi presa um dia depois.

Ela tentava vender o computador em uma loja de equipamentos de informática no Centro e acabou presa. Na Derf ela confessou os dois furtos.

Eliane veio do Rio Grande do Sul há dois meses e a Polícia investigará se teve participação em outros furtos.

Esta não é a primeira vez que Eliane é presa pelo mesmo crime. Ela acumula antecedentes criminais em Santa Catarina.

Questionada sobre os furtos, Eliane diz apenas: “Não quero ser vista como bandida”.

 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE