Centenas de moradores pedem justiça e homenageiam jovem morta atropelada

O motociclista também sofreu ferimentos, foi transferido sob escolta policial para a Santa Casa


PUBLICIDADE

MIDIAMAX/DIEGO ALVES

Reprodução
PUBLICIDADE

Centenas de moradores em Nioaque, fizeram um protesto na cidade devido a morte de Ellen Vicente Lopes, de 20 anos, atropelada por um motociclista embriagado de 25 anos na madrugada deste domingo (06).

Com cartazes em homenagem a jovem e com pedidos de justiça, as pessoas caminharam por ruas e foram até o Fórum da cidade. A Justiça decretou nesta segunda, a prisão preventiva do motociclista, de 25 anos, preso em flagrante pelo atropelamento e morte da jovem que ocorreu em frente a uma conveniência. Ele também atropelou outras três pessoas que tiveram que receber atendimento mas já tiveram alta.

O motociclista também sofreu ferimentos, foi transferido sob escolta policial para a Santa Casa de Campo Grande e teve alta médica na manhã de segunda. 

Acidente

Ellen estava na frente de uma conveniência com amigos, momento em que foi atropelada. A jovem foi socorrida mas morreu antes de dar entrada noHospital Municipal. A Polícia Militar chegou a receber denúncia sobre o motociclista que conduzia a moto embriagado e fazia rondas para localizá-lo, quando aconteceu o acidente. 

Após a notícia da morte da jovem, populares se reuniram em frente à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na tentativa de agredir o autor. A polícia teve que ser acionada para ir ao local.

Ellen estudava na Escola Estadual Odete Ignêz Resstel Villas Bôas e trabalhava em uma loja na cidade. A escola onde estudava fez uma postagem em homenagem a ela. “Hoje acordamos com a triste notícia da perda de nossa querida aluna Ellen. Sexta-feira ela estava conosco, radiante por ser sua formatura de conclusão do Ensino Médio. Muita dor por sua precoce partida'.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE