Helicóptero que passou pela região de Nova Andradina é apreendido com 246 kg de cocaína em SP

Na operação também foram presos em flagrante três homens, entre eles o piloto por tráfico de droga


PUBLICIDADE

JORNAL DA NOVA

(Divulgação)
PUBLICIDADE

Uma operação conjunta realizada pela Polícia Federal e pela Polícia Militar do Estado de São Paulo apreendeu, na tarde desta sexta-feira (21), um helicóptero da marca Robinson, do modelo R44, que transportava quase 250 quilos de cocaína, em João Ramalho (SP). A aeronave saiu da fronteira de Mato Grosso do Sul passando pela região de Nova Andradina.

 

Os policiais federais receberam informações de que uma aeronave estaria fazendo diversos pousos e decolagens suspeitos em uma área de plantação de cana-de-açúcar junto com uma equipe TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) da PMR (Polícia Militar Rodoviária) e Força Tática iniciaram diligências.

 

 

Durante o patrulhamento pela rodovia Homero Severo Lins em Quatá (SP), os policiais avistaram um helicóptero de cor prata sobrevoando o local em atitude suspeita, em ato contínuo, durante as diligências, abordaram uma Fiat/Strada numa estrada de terra, onde seu condutor apresentou grande nervosismo e veio a confessar que estava transportando droga juntamente com a aeronave.

Após identificarem o local, os policiais federais, contando com o apoio do helicóptero Águia, da Polícia Militar do Estado de São Paulo, abordaram a aeronave e encontraram a carga de droga, que totalizou o peso de 246 quilos.

 

 

Três homens, de 24, 29 e 33 anos, moradores de Quatá e João Ramalho (SP), foram presos em flagrante, incluindo o piloto do helicóptero e outros dois suspeitos de dar apoio em solo para o reabastecimento da aeronave e a retirada da droga. Eles irão responder por tráfico de droga e associação para o tráfico.

 

 

A ocorrência foi registrada na Delegacia da Polícia Federal, em Presidente Prudente (SP), para onde o helicóptero apreendido com a droga foi levado por um caminhão de guincho via transporte terrestre.

Também foi apreendida uma picape que dava apoio terrestre ao transporte da cocaína. Havia no veículo um galão de combustível que a polícia suspeita de que seria utilizado no reabastecimento da aeronave.

 

 

Além disso, foram apreendidas três armas do tipo carabina sem numeração e dois cartuchos sendo um intacto e um deflagrado, homiziados em meio a vegetação e galões de combustíveis.

 

 

Os três homens presos, segundo a Polícia Federal, confessaram o envolvimento com o transporte da droga.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE