Preso por estuprar menina de 13 anos havia pedido nudes de garota antes de desaparecimento

Rapaz de 26 anos disse que manteve contato com a menina por 8 meses


PUBLICIDADE

MIDIAMAX

Cepol (Nathalia Alcântara, Midiamax)
PUBLICIDADE

O rapaz de 26 anos preso neste fim de semana por estuprar um adolescente de 13 anos, em Campo Grande, disse na delegacia, que estava mantendo contato com a menina há oito meses e que achava que ela tinha 14 anos.

Segundo o rapaz, os dois mantinham contato pelo Instagram e que em uma das conversas pediu para a menina um nudes e ela mandou a foto para o jovem. Ele ainda disse que iria pedir  a adolescente em namoro, mas tinha medo do pai da garota.

No dia do desaparecimento da menina, o rapaz contou que pagou o motorista de aplicativo para ela ir até a casa dele, e quando chegou na residência, ele levou a menina para os fundos da casa e a beijou e passou as mãos em seu corpo.

Após isso, recebeu uma ligação pelo Instagram da irmã da adolescente questionando se a menina estava com ele. 

O estupro

Segundo o boletim de ocorrência, o pai da menina acionou a polícia após ela sair de casa sem avisar, por volta das 22h. Ele passou a procurá-la, mas sem sucesso. Quando a polícia chegou na residência, a PM foi informada que já haviam encontrado a adolescente.

O pai contou que ela havia fugido e entrado em um carro de aplicativo para ir à casa de um jovem de 26 anos, que teria sido por alguns meses o vizinho. A mãe do investigado disse que não sabia do envolvimento de ambos.

Ao pai, a garota disse que só haviam se beijado. Já o rapaz disse que, inicialmente, não sabia que seria menor de idade e que iria aguardá-la fazer 15 anos para iniciar um romance. Na noite do desaparecimento, ela teria ligado informando sobre o encontro até a casa dele.

Após confessar, ele foi preso por estupro de vulnerável, já que o ato se configura como prática de ato libidinoso.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE