Homem é preso após atirar duas vez e acertar a cabeça da própria mulher

O autor foi preso em flagrante e disse que a mulher o ‘arranhou’ durante uma discussão


PUBLICIDADE

MIDIAMAX/ARI THEODORO

Foto: Henrique Arakaki/ Arquivo: Midiamax
PUBLICIDADE

Um homem foi preso, neste final de semana, em Dourados, após tentar matar a própria esposa. A vítima sofreu um tiro de raspão na cabeça, foi socorrida pelo SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e encaminhada ao Hospital Santa Rita.

As informações do registro policial são que, após atirar contra a mulher, o homem fugiu do local em uma caminhonete. A PM (Polícia Militar) foi acionada e, durante as buscas, localizou o suspeito com uma Ford Ranger, no cruzamento da avenida Weymar Gonçalves Torres com a rua Natal.

Os militares encontraram com ele, o revólver usado na tentativa de feminícidio, um Taurus calibre 38, com cinco munições intactas e duas deflagradas. Na delegacia, o autor disse que a esposa teria ido até o escritório dele, onde houve uma discussão entre o casal. Segundo o suspeito, a mulher teria partido para cima dele, causando arranhões no braço. Já a vítima confirmou que houve a discussão e que foi agredida pelo autor e, para se defender, o arranhou. Na sequência, ainda segundo a mulher, o marido efetuou dois disparos em sua direção e um deles acertou de raspão a parte superior da cabeça dela.

Os policiais precisaram usar algemas para evitar a fuga do homem e para ‘resguardar’ a integridade física dele, pois estava muito agitado. O autor foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados. E na delegacia, interrogado sobre os disparos contra a mulher, o homem  disse que ficaria em ‘silêncio’ e só falaria sobre o assunto na presença de um juiz. Ele foi detido em flagrante, além de tentativa de feminícidio, por violência doméstica e porte ilegal de arma de fogo.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE