Filho do cantor Zé Vaqueiro morre aos 11 meses; bebê tinha síndrome rara


PUBLICIDADE

Foto: Redes Sociais/Reprodução
PUBLICIDADE

Arthur, filho do cantor Zé Vaqueiro com Ingra Soares, morreu aos 11 meses de idade. A informação foi confirmada pela equipe do artista nas redes sociais, na madrugada desta terça-feira (09/07).

 

O bebê nasceu no fim de julho de 2023 e foi diagnosticado com uma malformação congênita decorrente da síndrome da trissomia do cromossomo 13 — também conhecida como síndrome de Patau.

 

Após o nascimento, Arthur ficou hospitalizado por quase dez meses, até que recebeu alta. No entanto, um dia depois de deixar o hospital, o menino sofreu uma parada cardíaca e voltou a ser internado.
 

"Deus sabe de todas as coisas, e decidiu que era hora do nosso Arthur se juntar a Ele e descansar. Agradecemos do fundo de nossos corações o amor e as orações que nosso menino recebeu enquanto estava entre nós", publicaram Zé Vaqueiro e Ingra nas redes sociais.
 
Arthur era o filho caçula de Zé Vaqueiro. Ele e a esposa têm outros dois filhos: Daniel e Nicole.

Foto: Reprodução/Instagram @zevaqueiro

O que é a síndrome
A síndrome de Patau é uma doença genética caracterizada por um cromossomo a mais, o que causa problemas de má formação no rosto e nos membros e nos sistemas nervoso, cardíaco e urinário.
 

É uma doença genética rara, afeta cerca de um em cada quatro mil nascido vivos”, afirma a geneticista Cristiana Libardi, pesquisadora da Universidade de Fortaleza (Unifor).
 
O número de cromossomos varia de espécie para espécie, mas seres humanos possuem, de modo geral, 46 cromossomos em cada célula, sendo 23 herdados do pai e 23 da mãe.


Os cromossomos são contados em dupla e nomeados numericamente (um par de cromossomos 1, um par de cromossomos 2, um par de cromossomos 3, e assim por diante). A síndrome de Patau se caracteriza pela presença de um cromossomo 13 a mais.


Essa falha pode ocorrer durante a divisão dos gametas [células reprodutivas] masculino ou feminino, em que em vez de os gametas irem com uma cópia de cada cromossomo, às vezes o gameta vai com uma cópia extra. Ou então há uma divisão errada durante o crescimento do embrião”, aponta Libardi.


Portanto, em vez de ter um par de cromossomos 13, os portadores da síndrome têm três cromossomos 13, por isso o nome trissomia.
 
Entre os problemas causados pela doença estão:

- Malformação no coração
- Malformação no sistema nervoso
- Alterações nas faces e lábios leporinos
- Malformação nos rins
- Problemas respiratórios
- Micro ou anolftalmia (olhos pequenos ou ausência de olhos)
- Defeitos abdominais
- Malformação nas orelhas e surdez


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE