Polícia já escutou mais de 50 pessoas na investigação de adolescente desaparecida há um ano em MS


PUBLICIDADE

G1 MS

Foto: Redes sociais
PUBLICIDADE

Sem respostas ou pistas, nesta segunda-feira (08/07) completa um ano em que a adolescente Geovana Souza Dias, na época com 15 anos, desapareceu em Taquarussu, no vale do Ivinhema. Segundo as investigações policiais, mais de 50 pessoas foram ouvidas e ainda não há informações do que ocorreu na noite do dia 8 de julho de 2023.


De acordo com o delegado responsável pelo caso, Caio Bicalho, o caso tem muitas particularidades e é muito complexo. Ao g1 ele informou que não há testemunhas e nem câmeras de segurança que registraram o que aconteceu do momento em que a adolescente saiu de casa para encontrar as amigas em uma festa julina, mas nunca chegou ao destino.


Na época, a polícia chegou a encontrar próximo ao local da festa o celular da jovem e a bicicleta, porém não há indícios de violência ou do que poderia ter ocorrido.
Ainda conforme o delegado, ao longo dos doze meses de investigação, mais de 50 pessoas foram ouvidas, foram feitas diligências em outras cidades com uso de tecnologia e até exames periciais com o Ministério Público realizados, mas nada foi encontrado.


O delegado Caio afirma que, apesar da falta de novas pistas, as investigações continuam para que a família da adolescente tenha uma resposta.


Camila dos Santos, irmã de Geovana, contou que a família segue muito abalada pela ausência de respostas e que acredita que a irmã não tenha fugido, mas sim sido vítima de algum tipo de violência, mas que apesar das circunstâncias ainda mantêm a esperança de encontrar a adolescente, que completou 16 anos.

 

Entenda o caso
Geovana Souza Dias, de 15 anos, desapareceu no dia 8 de julho de 2023, quando saiu de casa para ir em uma festa no centro da cidade. A adolescente foi vista pela última vez por volta das 20h.


No dia, a jovem vestia uma blusa verde com brilho, calça preta e tênis branco.
A bicicleta e o celular da jovem foram encontrados em uma rua, atrás de uma escola. A polícia chegou a fazer uma varredura terrestre e com drone na área de mata onde os objetos foram encontrados, porém não foi encontrado nenhum vestígio da estudante.
 

Denuncie
Informações que possam ajudar na localização da jovem podem ser repassadas para a Polícia Civil de Taquarussu pelo número ((67) 99223-0178, ou ainda pelo 190.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE