Microsoft anuncia o novo Live Messenger no Brasil


PUBLICIDADE

TERRA

Uma nova versão do Windows Live Messenger, com integração de informações sobre redes sociais, foi anunciada hoje por Steve Ballmer, executivo-chefe da Microsoft, em uma palestra em São Paulo. O aplicativo está em versão de testes e será lançado em versão final ainda este ano.

Segundo a Microsoft, só no Brasil são 46 milhões de usuários do Messenger, sendo o país com mais utilização do serviço no mundo. No total, são 320 milhões de usuários do Messenger no mundo e 500 milhões de usuários dos serviços Live. "Existem muitas coisas acontecendo com o consumidor hoje. Uma delas é que ele conhece um monte de gente em redes sociais, mas se importa mesmo com muito poucas", disse Dharmesh Mehta, diretor da divisão Windows Live da Microsoft.

Mehta disse que 50% das pessoas usam duas ou mais redes sociais, 50% no telefone e 75% dos consumidores compartilham PCs em casa. "A posição do novo Messenger é que você tem que se conectar às pessoas que mais são importantes, em tempo real", afirmou. Uma das novidades é o chat em alta definição, com compartilhamento online de fotos e vídeos, realizando slideshows e "vendo a reação do contato em tempo real". Do mesmo modo, dá para compartilhar buscas no Bing.

Em um primeiro momento, o novo Messenger terá integração, ainda no foco dos "melhores contatos", com outras redes sociais, reunindo em uma só página informações vindas do Facebook, MySpace e LinkedIn - e a Microsoft afirma estar negociando com as principais redes sociais esse destaque dentro do Messenger. "São os destaques sociais dos seus amigos no Windows Live".

O novo Messenger terá também novos recursos para celular. A Microsoft planeja lançar em breve versões do aplicativo para iPhone e "Android para alguns parceiros também", de acordo com Mehta.

A partir de hoje, o novo Messenger entra em fase pré-beta. "Estamos finalizando o design. Nas próximas semanas, vamos abrir para algumas pessoas de fora da Microsoft para ajudar a encontrar bugs. Depois, entra em beta público", explicou o diretor da divisão Windows Live. A versão final está prevista para este ano ainda, assim como outras mudanças em serviços do Windows Live.

 


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE