Evento em Ivinhema aborda o cultivo de ‘alimentos mais saudáveis’


PUBLICIDADE

ASSESSORIA

PUBLICIDADE

Com a busca da superação de modelos tecnológicos de produções tradicionais na agricultura, ganha cada vez mais importância os modelos que privilegiam a utilização dos recursos naturais de forma sustentável. Neste contexto, práticas como utilização de adubos verdes, agroflorestas, caldas e adubos orgânicos estão mais disseminadas na produção agrícola.
E para apoiar iniciativas como esta, a Prefeitura de Ivinhema realizou um “Dia de campo”, juntamente com a Escola Estadual Reynaldo Massi, a Agraer, Sebrae, Uems, Seprotur, Cooperavi, associações de produtores rurais e a Embrapa Agropecuária Oeste.
O evento aconteceu na última sexta-feira, na Escola Municipal Rural Benedita Figueiró de Oliveira – local onde também são desenvolvidas várias pesquisas em parcerias com instituições renomadas no setor agrícola, e reuniu vários estudantes e produtores rurais da região.
Segundo a direção do Colégio Agrícola, iniciativas como esta colaboram na manutenção do meio ambiente e ajuda ainda a manter a fertilidade e a biodiversidade, além de baixar os custos de produção que vem de encontro à busca de produtos mais saudáveis para a sociedade.
O prefeito de Ivinhema, Renato Câmara, participou de todos os trabalhos e destacou sua importância. “Estamos empenhados para proporcionar oportunidades para que esses jovens estudantes ao ingressem no mercado de trabalho estejam cada vez mais preparados e que produzam com responsabilidade e em respeito ao Meio Ambiente”.
Os participantes do evento assistiram palestras e depoimentos de representantes das instituições realizadoras e, em seguida, foram conduzidos para a prática de campo, que foi dividida em três estações, sendo a primeira sobre o projeto de café com cultivo agroecológico, desenvolvido em parceria com a Embrapa, onde foram mostrados sistemas de cultivo de café consorciado com banana, café arborizado, café solteiro e projeto de competição de cultivares de banana.
A segunda estação foi na unidade de observação e familiarização de adubos verdes, projeto esse de grande importância para a produção sustentável e desenvolvido sob a orientação da coordenação do curso, professores e com a participação ativa de alunos do Colégio Agrícola de Ivinhema.

Já na terceira estação foi exibido o cultivo de maracujá, onde estão sendo testados diferentes espaçamentos desta cultura.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE