PMA apreende aroeira ilegal


PUBLICIDADE

ASSESSORIA

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande em atendimento a denúncias, autuaram ontem JOÃO CASSIANO, pecuarista, residente em Ribas do Rio Pardo. Ele tinha no quintal de sua residência grande quantidade de madeira, sem origem. Ou seja, sem documentação ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal), que é o documento exigido para o armazenamento legal de madeira. Foram apreendidos, 10 esteios e 06 firmes de “aroeira”, e 292 lascas de madeira de diversas espécies, totalizando ao todo 9 m³. JOÃO foi autuado e multado em R$ 2.700,00. Ele ainda responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de 01 a 02 anos de reclusão.
A portaria 83 N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE