Vettel vence conturbado GP da Europa; Barrichello fica em 4º


PUBLICIDADE

FOLHA ON LINE

O alemão Sebastian Vettel largou e fechou o GP da Europa na primeira posição, neste domingo, em Valencia, Espanha. No entanto, o resultado não foi tão benéfico para o piloto na classificação: seu principal rival no momento, o inglês Lewis Hamilton (McLaren), foi o segundo colocado e continuou como líder da classificação. Rubens Barrichello (Williams) terminou em 4º.

Como a liderança de Vettel pouco foi ameaçada, a corrida foi marcada por outras situações adversas. Primeiro, Mark Webber, também da Red Bull e postulante a líder do campeonato, largou em 2º e deixou a corrida logo no começo ao se envolver em um acidente.

Depois, Hamilton foi punido por ultrapassar o safety car que entrou por causa da batida. Apesar da punição (ter que passar por dentro dos boxes), ele voltou ainda com o segundo lugar.

Barrichello também conseguiu um resultado que, neste ano, foi atípico. O piloto, que na temporada passada chegou a disputar o título, ainda não havia obtido uma boa colocação com sua nova equipe, a Williams. Até então, o melhor que tinha conseguido havia sido um oitavo lugar na Austrália.
Hoje, o veterano brasileiro somou 12 pontos, chegando a 19 --além dos 4 na Austrália, levou mais 1 no Bahrein e 2 na Espanha.

Felipe Massa (Ferrari), que largou em 5º, foi prejudicado pela entrada do safety car e ficou apenas com a 14º, enquanto Fernando Alonso, seu companheiro, foi o nono.

A classificação do Mundial de Pilotos fica com Hamilton em primeiro (127 pontos), seguido por Jenson Button (121), Vettel (115), Webber (103) e Alonso (96). Massa tem 67, Barrichelo, 19.

As Ferraris largaram bem, mas Vettel e Hamilton retomaram a dianteira. O panorama mudou com o acidente de Webber, que se chocou com Heikki Kovalainen (Lotus) ao tentar ultrapassá-lo.

O australiano sofreu um acidente visualmente impressionante, saindo da pista e vendo seu carro girar no ar antes de colidir com as barreiras de proteção. O piloto nada sofreu, mas deixou a corrida.

O safety car entrou, e alguns pilotos optaram por ir aos boxes para trocar pneus. Alguns foram muito prejudicados com a pausa, como Massa, que caiu para 17º.

Então segundo colocado, Hamilton foi punido com uma passagem pelos boxes por ter ultrapassado o safety car. Antes de cumprir a pena, o inglês acelerou e abriu vantagem --e conseguiu voltar na segunda posição.

Com isso, Vettel liderava com tranquilidade. A surpresa na frente era Kamui Kobayashi (Sauber), que ocupava a terceira posição, mas ainda não havia parado no pit stop. Ele conseguiu terminar com a sétima posição.

Resultado
1. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault)
2. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes)
3. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes)
4. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth)
5. Robert Kubica (POL/Renault)
6. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes)
7. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari)
8. Sebastian Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari)
9. Fernando Alonso (ESP/Ferrari)
10. Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari)
11. Vitaly Petrov (RUS/Renault)
12. Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
13. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes)
14. Felipe Massa (BRA/Ferrari)
15. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari)
16. Michael Schumacher (ALE/Mercedes)
17. Lucas Di Grassi (BRA/Virgin-Cosworth)
18. Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth)
19. Timo Glock (ALE/Virgin-Cosworth)
20. Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth)
21. Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth)

Não completaram
Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth)
Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth)
Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault)


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE