OAB/MS acionará Justiça contra aumento do salário dos vereadores de Campo Grande


PUBLICIDADE

MIDIA MAX

A OAB/MS, entrará com uma ação judicial contra o aumento salarial dos vereadores e prefeito de Campo Grande. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira (10), em reunião dos 32 Conselheiros Seccionais, durante cerimônia de posse na Ordem dos Advogados/MS em Campo Grande.

O legislativo da Capital, aprovou um reajuste de 61,97%, durante uma sessão no último dia 4 de dezembro. Na época, dos 21 vereadores, 20 votaram a favor, e, o então presidente da Câmara, Paulo Siufi (PMDB) só votaria em caso de empate.

O legislador que recebia R$ 9.280, passou a ganhar R$ 15.031, já em janeiro deste ano, incluindo os atuais 29 vereadores. A Câmara também aumentou o salário do prefeito Alcides Bernal (PP), em 31%, passando de aproximadamente R$ 15 mil para R$ 30 mil.

O Conselho da OAB/MS, também oficializará a Câmara, para que esses subsídios salariais sejam revistos.

"Concluímos que o aumento é ilegal, e vamos pedir um prazo de dez dias, para que seja revisto", disse o secretário-adjunto da OAB/MS, Jully Heyder da Cunha Souza.

OAB/MS

Outro assunto debatido, foi o convênio junto ao Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), que analisará todas as contas do Poder Judiciário de MS, referentes desde ao ano de 2010.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE