Estado contrai empréstimo de R$ 357 milhões para construção da UEMS e pavimentação de rodovias


PUBLICIDADE

MIDIA MAX

Com a liberação ontem do empréstimo de R$ 357 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), o Governo do Estado tem como objetivo a construção da sede própria da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) em Campo Grande, assim como finalizar o hospital da universidade em Três Lagoas e realizar obras de pavimentação e reestruturação das rodovias consideradas mais críticas no Estado.

De acordo com a governadoria, os projetos de construção da UEMS e pavimentação ainda não foram concluídos, pois o Estado aguardava a aprovação do recurso, que já foi liberado. Para a instalação em Campo Grande, a universidade conta com o terreno de 60 m² no Jardim Imá, em frente ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. Ainda não há previsão para que seja iniciada a obra.

Sobre o hospital da UEMS em Três Lagoas, a governadoria informou que obra deve ser finalizada até o próximo ano, coincidindo com a implantação do curso de Medicina na instituição de ensino.

O recurso será destinado ainda para realização de pavimentação e reestruturação de rodovias estaduais. No ano passado a CNT (Confederação Nacional dos Transportes) avaliou as condições de 405 km de rodovias estaduais. No estudo, 62,7% das rodovias que cortam o Mato Grosso do Sul foram consideradas regular, ruim ou péssima.

Empréstimo

As condições do empréstimo também foram divulgados no Diário Oficial do Estado, ontem. Os mais R$ 357 milhões serão financiados com juros de 1,1% ao ano, acima da taxa de Juros de Longo Prazo -- TJLP, divulgada pelo Banco Central. O recurso será parcelado em 216 vezes, com o primeiro vencimento para 15 de janeiro de 2015. Segundo a governadoria, o empréstimo está dentro do limite de endividamento do Estado que é de R$ 1 bilhão.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE