Mulher que amamenta perde mais de 30% de calorias


PUBLICIDADE

UOL

A maior realização da mãe é ver o seu filho crescendo e evoluindo. A amamentação é o primeiro passo importante, depois do próprio nascimento, rumo ao desenvolvimento da criança e, por isso, as mães devem dar muito atenção a esse gesto.

 

Neste Dia Mundial da Amamentação, comemorado todo dia 1° de agosto, o Ministério da Saúde promove a campanha "Hospital Amigo da Criança", que incentiva os hospitais a aderirem uma série de requisitos que os credenciam como benéficos para a saúde das crianças. O principal desses requesitos é o incentivo ao aleitamento materno logo no primeira hora de vida do bebê.

O leite materno é o alimento mais completo que existe e é muito importante para o desenvolvimento sadio do bebê. "Ele é rico em gordura, proteína, carboidratos, minerais, vitaminas, enzimas e imunoglobulinas que protegem a criança contra várias doenças", explica a nutricionista Daniela Jobst. De acordo com a área técnica da saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, a estimativa é que o aleitamento exclusivo evitaria 13% das mortes em crianças menores de cinco anos em todo o mundo.

E mais: cerca de sete mil mortes de recém-nascidos no primeiro ano de vida poderiam ser evitadas com a amamentação na primeira hora do parto. Confira abaixo, sete medidas essenciais para ajudar a amamentar o bebê da maneira correta.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE