Giroto vistoria Novo Horizonte e constata estragos


PUBLICIDADE

CAMPOGRANDENEWS

O secretário estadual de Obras Públicas e Transportes, Edson Giroto, chegou hoje, às 10h40, em Novo Horizonte do Sul, para verificar in loco os estragos causados pela chuva na cidade.

A rodovia MS-475, principal via de acesso ao município, foi interditada ontem por causa de uma cratera que impediu o tráfego. Por esse motivo, o secretário entrou em contato com técnicos da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) que providenciaram um desvio pela “linha do Toco do Ipê”, cujo trajeto atinge 9 quilômetros, mas pode ser feito apenas por carros pequenos.

Hoje, quando chegou a Novo Horizonte, Giroto se dirigiu até o prédio da Polícia Militar para ficar a par de todos os dados sobre os estragos provocados pela chuva. Em seguida ele foi até a ponte de 70 metros sobre o rio Guiraí, que corre o risco de ceder por já estar quase submersa em decorrência das enchentes.

A ponte faz divisa entre Novo Horizonte do Sul e Jateí.

Castigo - Até o momento, 39 famílias foram castigadas pelas chuvas na cidade. Elas tiveram de sair de suas casas, por conta de rachaduras que ameaçam derrubar tudo.

Essas pessoas tem encontrado abrigos em casas de parentes e amigos. Apenas um casal de idosos foi encaminhado ao hospital local por medida de segurança, mas não passa bem.

Uma tromba d’água na madrugada de ontem causou destruição e isolou o município, com 8 mil habitantes. Pelo menos oito pontes, barragens e bueiros foram levados pelas águas.

O prefeito Marcílio Benedito (PMDB) afirmou que os estoques de mantimentos nos mercados e nos postos de combustíveis está se esgotando, já que mercadorias não podem ser transportadas até a cidade em consequência da interdição da rodovia.

Nesta tarde, Giroto visitará mais três outros pontos críticos decorrentes dos estragos das chuvas no estado.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE