Cineastas 'brigam' para ver quem lança primeiro filme pornô 3D


PUBLICIDADE

O diretor Christopher Sun está correndo contra o tempo para finalizar seu filme Sexo 3D e Zen: Êxtase Extremo, de R$ 5,6 milhões, para lançá-lo até maio. É uma corrida porque o diretor Tinto Brass já anunciou que vai produzir uma refilmagem em 3D de seu filme erótico Calígula, de 1979.

Para aumentar a pressão para ver quem lança o primeiro filme pornô 3D do mundo, a revista erótica Hustler está fazendo uma paródia do filme de ficção científica Avatar, justamente o filme que marcou a explosão do cinema em três dimensões.

Fazer um filme em 3D é tecnologicamente mais complexo do que um filme tradicional porque exige uma iluminação mais forte do que os filmes tradicionais, o que impede que as câmeras consigam se movimentar rapidamente.

Adaptado livremente de um clássico da literatura chinesa, o filme será lançado primeiro nos cinemas (em parte para impedir a pirataria) seguido por uma versão 2D para uso doméstico.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE