NOVA ANDRADINA: Governo Municipal está com 29 obras em andamento


PUBLICIDADE

ACESSORIA

No total, são mais de 27 milhões de reais, dos quais 15 já foram gastos nas obras estruturais da cidade

O Prefeito Gilberto Garcia tem sido parcimonioso na execução das obras públicas. Para ele, “uma obra precisa ter começo, meio e fim, caso contrário traz bastante complicação para a população”, diz ele.

De fato, desde que assumiu, tem buscado recursos para as obras que foram iniciadas, e embora as crises financeiras que assolam o País e o mundo, mesmo assim, com esforço e muita determinação Gilberto Garcia vem mantendo as obras em andamento.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura, as obras do anel viário, em sua segunda alça, estão tendo prosseguimento. Trata-se de uma construção onde serão despendidos mais de seis milhões de reais, dos quais já foram pagos R$ 3.846.897,82, oriundos de convênio com a União, por emenda do Senador Delcídio do Amaral.

A pavimentação das ruas do Bairro São Vicente, que estão sendo levadas a efeito com recursos próprios da municipalidade, vão custar, no total, cerca de R$ 193.195,87, dos quais já foram pagos R$ 171.960,88.

A drenagem que está sendo construída no Bairro Cristo Rei – 2ª etapa, está sendo realizada com recursos próprios do erário municipal, com valor total estimado em R$ 1.242.454,35, dos quais já foram gastos R$ 884.174,36.

A pavimentação das Vilas Operária e São Vicente está orçada em R$ 615.819,98, recursos conseguidos pelo Deputado Federal Nelson Trad, com contrapartida de R$ 128.319,98, já tendo sido pagos quase R$ 477.000,00.

Já a pavimentação dos Bairros Centro Educacional e Irman Ribeiro, estão custando R$ 314.428,22, recursos conseguidos pelo Deputado Antonio Cruz , dos quais já foram pagos cerca de R$ 263.000,00.

A drenagem do Bairro Argemiro Ortega está custando R$ 378.056,00, dos cofres públicos, dos quais já foram pagos R$ 229.054,99.

A drenagem e pavimentação de trecho da Rua Luiz Antonio da Silva custará ao final, R$ 555.920,96, e já foram pagos R$ 153.202,72, recursos próprios da Prefeitura.

Em outra etapa dos Bairro Argemiro Ortega e Bela Vista II, a pavimentação custará R$ 549.366,33, recursos da União conquistados pelo Deputado Federal Biffi, aguardando liberação dos recursos para início da obra que terá contrapartida de R$ 56.266,33.

A pavimentação e drenagem do Bairro Santa Terezinha tem custo orçado em R$ 661.817,07, emenda do Deputado Federal Nelson Trad, tendo sido pagos R$ 171.353,57 (somente do repasse da Prefeitura, pois os recursos da União ainda não foram liberados).

A pavimentação e drenagem do Bairro Santa Terezinha-fase II, tem custo previsto de R$ 384.689,05, dos quais foram pagos R$ 20.457,33 parte da contrapartida da Prefeitura que será de R$ R$ 138.839,05. Do repasse federal ainda não foi liberado qualquer recurso para esta obra, que é oriunda de uma emenda da Senadora Marisa Serrano.

A restauração preventiva com CBUQ já foi concluída e custou cerca de R$ 193.744,00, recursos próprios, dos quais já foram pagos R$ 165.000,00.

O Bairro Centro Educacional está recebendo uma obra grande, que é o PSF, cujo valor total será de R$ 347.791,53, oriundos de convênio com o Ministério da Saúde, com contrapartida de R$ 22.791,53, da Prefeitura. Deste total, já foram gastos R$ 146.000,00 (Senador Valter Pereira e ex-Deputado João Grandão).

O controle do passivo ambiental do Córrego do Baile está orçada em R$ 449.834,66, cujos recursos foram conquistados pelo Deputado Federal Waldemir Moka, com contrapartida de R$ 158.834,66, já tendo sido pagos mais de R$ 173.000,00.

Uma obra de grande vulto, é a do laboratório municipal cujo valor total será de R$ 619.180,23, dos quais já foram pagos cerca de R$ 72.000,00.
O CEI do Bairro São Vicente, que está sendo concluído, custará R$ 1.586.227,61, dos quais já foram pagos quase R$ 600.000,00. Estes recursos são do Governo Federal, conseguidos pelo Deputado Federal Biffi.
O Centro de Eventos está sendo construído com recursos de R$ 2.609.753,71, com repasse da Prefeitura de R$ 1.244.753,71, emenda dos Deputado Vander Loubet e Senador Delcidio do Amaral.

O Centro de Convenções é uma obra que vai marcar a cidade, pela sua modernidade e arrojo, e custará cerca de R$ 2.103.896,77, com contrapartida de R$ 1.417.396,77, dos quais já foram pagos R$ 1.500.000,00 (sendo que deste total, R$ 1.033.587,71, são da contrapartida da Prefeitura).

O Paço Municipal está sendo construído com recursos próprios da municipalidade, orçado em R$ 4.810.384,91, já tendo sido pagos R$ 1.813.136,08.

A construção da incubadora de empresas terá custo total de R$ 426.681,29, recursos próprios, e já foram pagos R$ 148.189,15. Há outras obras em andamento, de menor monta, e que no entanto, compõem o dia-a-dia da Administração, como consertos, reparos em prédios e mais do que isto, a conservação de estradas e ruas que são competência da Secretaria de Serviços Urbanos, mas que se constituem em obras, que consomem recursos importantes da Administração.

De acordo com a Secretária Elizabeth Anami Nogueira, as obras vão seguindo de acordo com as liberações dos recursos, especialmente os que são destinados pelo Governo Federal. Mas para o Prefeito Gilberto Garcia, as contrapartidas da Prefeitura são priorizadas, para que não haja paralisações, uma vez que o segmento da construção civil proporciona empregos e renda para a cidade.

“Estamos lutando para que não sejamos forçados a paralisar obras, pois os repasses têm diminuído drasticamente, inclusive os institucionais, dada a diminuição da receita, causada pelo enfrentamento da crise internacional”, diz Gilberto.

Para o Prefeito, o mais importante é trabalhar e não esmorecer, porque “Nova Andradina tem enfrentado com coragem e muita determinação, todas as crises, e vencemos com trabalho, planejamento e muita seriedade, contando com a parceria e o apoio de toda a comunidade”, afirma ele, concluindo que as obras vão tendo andamento, na medida em que se dispõe de recursos para sua conclusão. Em dezembro estão previstas inaugurações, por exemplo a do Laboratório Municipal, que será um dos mais modernos do Estado.
 


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE