Estudantes da UEMS protestam pela volta do pagamento de transporte


PUBLICIDADE

Alunos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) em Aquidauana, a 131 km de Campo Grande, bloquearam a entrada da universidade na última segunda-feira (3), em protesto pela volta do pagamento do transporte coletivo, que leva os acadêmicos até o campus.


A prefeitura informou que vai encaminhar o projeto para a Câmara de Vereadores, para que o município tenha autorização para repassar R$ 91,6 mil, valor atual da dívida com a empresa que faz o transporte dos acadêmicos.


Segundo os estudantes, o benefício deixou de ser pago desde o começo do ano. O campus da UEMS fica a cerca de 15 km da cidade e tem cerca de 800 alunos e 140 funcionários. A entrada da universidade foi fechada com galhos e cones. O bloqueio foi feito pelos estudantes, que estão sem aula desde o começo da semana.


Os acadêmicos se revezam em grupos e dormem no local para manter a universidade ocupada. Eles reivindicam que a prefeitura pague o transporte coletivo no trajeto entre a universidade e o Centro da cidade, já que o campus fica na saída para o distrito de Piraputanga. Outra reivindicação dos estudantes é para melhorias na infraestrutura do prédio, como o aumento das salas de aula e dos laboratórios.


Na unidade de Aquidauana, a UEMS tem três cursos superiores, sendo eles zootecnia, agronomia e engenharia florestal, além de um curso técnico em agropecuária e da escola rural do ensino médio.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE