PC e Agência de Inteligência esclarecem latrocínio ocorrido em fazenda do MS


PUBLICIDADE

A Polícia Civil, juntamente com policiais militares da ALI (Agência Local de Inteligência) de Aquidauana, conseguiram esclarecer um crime ocorrido em uma fazenda na região de Aquidauana. O crime ocorreu no último dia (13), na fazenda Colorado, localizada na região do Abobral, sendo o fato confirmado na manhã de sábado (15).


Após o ocorrido, a Polícia Militar e a Polícia Civil compartilharam informações e, ainda no sábado, chegaram até os suspeitos, Elias Silva Calvis de 38 anos e Eli Rosa Milton Paes de 40 anos. Um terceiro envolvido, Salvador Gomes dos Santos de 36 anos é apontado como autor do disparo que matou o pecuarista Péricles da Costa Marques de 73 anos, acabou vindo a óbito nesta segunda (17), após confronto com a polícia. Ele estava armado com dois revólveres, em uma residência na vila Santa Terezinha, em Aquidauana. Após ser alvejado, os policiais o levaram ao pronto socorro, mas o autor veio a óbito após entrada no hospital.


Os policiais apresentaram na Delegacia de Aquidauana três armas longas e quatro armas curtas, que estavam com o trio, além de localizarem o trator e a carreta da fazenda, abandonados na região do “Buraco das Piranhas”. Segundo o casal preso, o corpo do pecuarista foi jogado no rio Vermelho, próximo da fazenda.


De acordo com o delegado Antônio Souza Ribas Júnior, responsável pelas investigações, o corpo do pecuarista ainda não foi localizado, porém já existem informações precisas que podem levar ao local exato onde os acusados jogaram a vítima. Segundo o Delegado Ribas Júnior é provável que o corpo esteja no rio Aquidauana. As buscas ainda continuam no local.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE