Weidman chama Belfort de 'trapaceiro' e pede mais um teste antidoping


PUBLICIDADE

Chris Weidman provocou o brasileiro Vitor Belfort pelo uso de testosterona antes do confronto dos dois no UFC 184, marcado para fevereiro de 2015. O norte-americano, que tomou o cinturão de Anderson Silva, chamou Belfort de \"trapaceiro\" e disse que não irá ceder o posto de melhor peso médio do UFC.


“Ele já foi pego trapaceando e eu não vou deixar um trapaceiro tomar meu cinturão”, disparou Weidman, no evento UFC The Time Is Now, em Las Vegas, para a Fox Sports.


O primeiro problema com doping de Vitor Belfort aconteceu em 2006, quando ele foi flagrado usando um tipo de testosterona ilegal e acabou suspenso por nove meses. Em 2014, o TRT (um outro tipo de testosterona) foi considerado doping em Las Vegas e Belfort pediu o adiamento da luta para se acostumar com as novas regras.


“Eu estou preocupado”, disse Weidman.” ”Eu quero que ele seja testado e depois que ele passar no teste vou ficar me borrando nas calças para que ele ainda queira lutar comigo. Ele é um cara que eu quero lutar”, provocou.


A luta entra Weidman e Belfort ocorreria em dezembro deste ano, mas o lutador de 30 anos precisou operar para corrigir um problema na mão esquerda e o confronto, novamente, foi adiado. Com isso, o norte-americano acabou ficando chateado com uma insinuação do brasileiro.


“Ele disse, quando eu me machuquei, que queria apenas ficar com o cinturão no Natal junto com minha família. Basicamente ele me chamou de mentiroso, que eu estava fingindo lesão”.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE