Douradenses obrigam casal de assaltantes a comer grama após roubo


PUBLICIDADE

A revolta da população douradense com a insegurança resultou em mais um caso de justiça feita com as próprias mãos. Um casal de ladrões foi obrigado a comer grama depois de roubar um celular. Marcos Paulo Rodrigues dos Santos, de 18 anos, morador no Jóquei Clube, e a namorada Adriene Alves Pereira, de 19 anos, moradora no João Paulo 2º, tentaram fugir de bicicleta, mas foram alcançados por uma multidão de populares enfurecidos.


O roubo aconteceu no final da manhã desta sexta-feira (28), no cruzamento das ruas  Ediberto Celestino de Oliveira Onofre Pereira de Matos, na Vila Sulmati. Uma mulher de 47 anos, moradora no Jardim Guanabara, estava na frente da casa de uma amiga quando o casal se aproximou de bicicleta, anunciou o assaltou e roubou um aparelho de telefonia celular.


Mas a fuga não foi bem calculada. Como o jovem não conseguiu pedalar rápido o suficiente para fugir rapidamente do local do crime, houve tempo para que a vítima gritasse por socorro.


Populares correram atrás do casal de assaltantes e na Rua dos Missionários, a uma quadra do local do roubo, alcançaram a bicicleta. Como resultado, os namorados ladrões levaram uma surra e chegaram a ser obrigados a comer grama.


A Polícia Militar foi acionada e conduziu o casal até a delegacia. Com eles havia uma faca e o telefone celular que acabara de ser roubado. (Com informações do repórter Sidnei Lemos, o Bronka)


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE