Ivinhema foi à cidade do estado com maior desmatamento

Estudo aponta que Ivinhema e Miranda, no Mato Grosso do Sul, são os principais focos de supressão vegetal do bioma na região, no período entre 2012 e 2013


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Lançado nesta quarta-feira (17) pela Fundação SOS MataAtlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Atlas dosMunicípios da Mata Atlântica traz os dados mais recentes sobre a situação decidades do Centro-Oeste do país. Com 244 hectares de área desmatada, a cidadede Ivinhema (MS) é a que teve maior área de supressão de vegetação natural dobioma no período 2012-2013 entre as cidades da região, seguida pela tambémsul-mato-grossense Miranda, com 180 hectares. Em Goiás, a cidade de Água Limpa,com 35 hectares, é a que apresentou maior área desmatada.


Entre os municípios destes Estados que mais preservam a MataAtlântica, os destaques são Jardim (MS), com 79% de vegetação natural, e Caçu(GO), com 7%.


O estudo, com patrocínio de Bradesco Cartões e execuçãotécnica da empresa de geotecnologia Arcplan, apresenta ainda um consolidado dosúltimos 13 anos. As cidades do Centro-Oeste com números mais expressivos dedesmatamento entre 2000 e 2013 são Iguatemi (1.513 hectares), no Mato Grosso doSul, e a goiana Corumbaíba (1.354 hectares).


Com base em imagens geradas pelo sensor OLI a bordo dosatélite Landsat 8, o Atlas da Mata Atlântica, que monitora o bioma há 28 anos,utiliza a tecnologia de sensoriamento remoto e geoprocessamento para avaliar osremanescentes florestais acima de 3 hectares (ha).


Planos municipais da Mata Atlântica


Os municípios têm de fazer sua parte na proteção da florestamais ameaçada do Brasil e uma das principais formas de contribuir é através daelaboração e implementação dos Planos Municipais da Mata Atlântica. O planotraz benefícios para a gestão ambiental e o planejamento do município. Quando omunicípio faz o mapeamento das áreas verdes e indica como elas serãoadministradas – por exemplo, se vão virar um parque ou uma área de proteçãoambiental – fica muito mais fácil conduzir processos como o de licenciamento deempreendimentos. Além disso, é uma legislação que coloca o município muito maispróximo do cidadão, porque também estamos falando em qualidade de vida.


Sobre a SOS Mata Atlântica


A Fundação SOS Mata Atlântica é uma ONG brasileira que atuahá 27 anos na proteção dessa que é a floresta mais ameaçada do país. A ONGrealiza diversos projetos nas áreas de monitoramento e restauração da MataAtlântica, proteção do mar e da costa, políticas públicas e melhorias das leisambientais, educação ambiental, campanhas sobre o meio ambiente, apoio areservas e unidades de conservação, dentre outros. Todas essas ações contribuempara a qualidade de vida, já que vivem na Mata Atlântica mais de 69% dapopulação brasileira.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE