Morador denuncia mortandade de peixes no córrego Esperança em Batayporã


PUBLICIDADE

Um morador de Batayporã que prefere o anonimato com medo derepresálias, encaminhou a redação do Jornal da Nova uma denúncia do córregoEsperança que fica na região de Batayporã, onde alguns dias tem percebido umnúmero absurdo de peixes mortos no córrego.


Ele, desconfiado que alguma ação humana pudesse estarcausando as mortes dos peixes, resolveu buscar respostas e caminhar ao leito dorio. Segundo o denunciante, ele encontrou um cano que atravessa a mata edesconfia que algum produto químico possa estar desembocando no córrego.


“Bem, acredito que não é preciso ser um gênio para ver quedeve ser isso que está matando os peixes e acho que há necessidade deanalisarem a água do córrego Esperança”, disse o denunciante ressaltando que oencanamento tenha origem do frigorífico Minerva que fica localizado às margensda MS-134, trecho que liga Nova Andradina a Batayporã.


O denunciante acredita que mesmo com seu leigo conhecimentoem normas ambientais, no local há desmatamento da mata ciliar e o despejo de conteúdodesconhecido dentro do córrego.


“Creio que também haja um agravante pela morte dabiodiversidade do local. Vale lembrar que este crime está ocorrendo em plenaépoca da Piracema, período no qual a legislação proíbe a pesca, a fim de que ospeixes se reproduzam”, finaliza.


Os reportes tentou contato no frigorífico Minerva paracomentar sobre o caso, mas o responsável pela área ambiental da empresa nãoestava no local e deixa espaço para que a empresa se manifeste.


Em contato com a PMA (Polícia Militar Ambiental) deBatayporã, o atendente disse que não tinha como atender a denúncia, uma vez quenão tem viatura e policiais para ir ao local. Então o caso foi enviado para aPMA de Dourados, por meio do Major PM Carlos Magno, que enviará nestasegunda-feira (22), uma equipe no local para analisar os fatos.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE