Pivô da operação Uragano pede licença para cuidar da saúde


PUBLICIDADE

MIDIA MAX

O jornalista Eleandro Passaia, secretário de comunicação da prefeitura pediu afastamento temporário do cargo para cuidar da saúde. A informação é que ele talvez não retorne ao cargo.

Carlos Alberto Parnesi, delegado da polícia civil é quem assumirá o cargo e acumulará a função também como secretário de comunicação da prefeitura.

Passaia foi quem denunciou o esquema de cobrança de propinas que levou o ex-prefeito Ari Arthuzi e mais 28 pessoas para cadeia na última semana. O escândalo envolveu vereadores, secretários, servidores públicos e empresários da cidade.

Na última sexta-feira (10/9) ele lançou o livro “A máfia de paletó” contando – segundo a versão dele, como funcionava o ‘esquema’ de cobrança de propinas que rendia até R$ 500 mil mensais para Arthuzi.
 


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE