PUBLICIDADE

Comercial e Joinville estreiam na Copa do Brasil nesta quarta


A boa fase vivida nos campeonatos estaduais é o ponto emcomum entre Comercial-MS e Joinville, que começam nesta quarta-feira a jornadana Copa do Brasil 2016. Tanto o Colorado como o Coelho têm o mesmo retrospecto:estão há oito partidas sem perder em seus estados. A única diferença é que oJoinville está garantido na final do Catarinense, enquanto que o Comercial-MSdepende de um empate em casa contra o Corumbaense, no próximo domingo, paraavançar à final do Sul-Mato-Grossense.


O Joinville chega a Mato Grosso do Sul com a missão deeliminar o jogo de volta contra o Comercial para focar no estadual e garantiruns dias a mais de descanso. O técnico Hemerson Maria vai com o que tem demelhor à disposição e aposta na boa fase da equipe. Já o Comercial-MS, que temenfrentado agenda cheia de jogos nas últimas semanas, está disposto aosacrifício e quer forçar o jogo de volta. O treinador Paulo Rezende terá àdisposição a experiência do atacante Aloísio Chulapa para manter vivas aschances de classificação.


A partida será disputada no estádio Ninho da Águia, em RioBrilhante, porque o estádio das Moreninhas, em Campo Grande, não possuiiluminação adequada. A arbitragem é goiana e fica a cargo de Eduardo Tomaz deAquino Valadão (CBF-1), auxiliado por Leone Carvalho Rocha (CBF-1) e AdailtonFernando Menezes (CBF-1). O quarto árbitro é o sul-mato-grossense Thiago deAlencar Gonzaga (CBF-2). A bola rola a partir das 21h30 (de Brasília).


Comercial-MS: com os atacantes Watthimen e Aloísio Chulapa retornando de lesão, o Colorado espera contar com força máxima para o duelo com o Coelho. O time-base, usado na semifinal do estadual, deve ter: Martins; Kênnio, Miltão, Rafael e Prego; Jeferson Querino, Nick, Andrinho e Uelisson Santana; Lucas Guma e Watthimen ou Augusto.


Joinville: sem contar com Rafael Donato, com um problema no rosto, o JEC deve ter a base do time que venceu a Chapecoense no fim de semana. A provável escalação tem: Agenor; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Victor Oliveira e Diego; Diones, Anselmo e Kadu; Juninho, Murilo e William Paulista.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE