Ivinhema - MS, quarta-feira, 15 de agosto de 2018

20º min
28º min



Publicado em: 20/10/2017 às 13h50

Hamilton faz melhor tempo no primeiro treino livre em Austin


- Gazeta Esportiva

Foto: Clive Mason/Getty Images/AFP

Hamilton provou nesta sexta-feira que a Mercedes segue em ótimas condições de vencer mais uma etapa do campeonato

A Mercedes mostrou que se a Ferrari quiser manter as poucas chances que tem de terminar o ano com o título mundial da categoria, ela terá de se esforçar, e muito. Nesta sexta-feira, no primeiro treino livre para o Grande Prêmio dos EUA de Fórmula 1, em Austin, no Texas, Lewis Hamilton novamente mostrou sua superioridade na pista para ficar com o melhor tempo da sessão: 1min36s335. Seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, terminou em terceiro, com 1min36s979.

 

Sebastian Vettel, que precisa mais do que nunca de uma vitória nos EUA, chegou a liderar a prática desta sexta ao ir à pista com pneus supermacios enquanto a maioria do grid conduzia com intermediários, porém, a liderança do ferrarista durou pouco e ele acabou encerrando a atividade em segundo lugar, cravando 1min36s928. Kimi Raikkonen, outro piloto da escuderia italiana, ficou apenas na sétima posição, com 1min37s598.

 

Embalado pelo segundo lugar conquistado no Japão e de contrato ampliado até 2020, Max Verstappen foi o quarto mais rápido deste primeiro treino livre ao cravar 1min37s339. O companheiro de equipe do jovem holandês, Daniel Ricciardo, no entanto, não teve o mesmo desempenho no circuito texano e precisou se contentar com o 16º lugar (1min39s366).

 

Quem surpreendeu na sessão inicial em Austin foi Felipe Massa. O brasileiro, que não vem conquistando resultados muito expressivos com a Williams, foi um dos mais rápidos ao longo de todo o treino e acabou encerrando a prática na sexta colocação, tendo como volta mais rápida a completada em 1min37s570. Já Fernando Alonso, outro piloto experiente do grid, sequer completou volta cronometrada, ao contrário do seu companheiro da McLaren Stoffel Vandoorne, que ficou em quinto ao cruzar a linha de chegada em 1min37s352.

 

O clima instável do Texas atrapalhou a vida dos pilotos na primeira metade do treino livre desta sexta-feira. Começando os trabalhos com pneus intermediários, específicos para pista molhada, as equipes ainda assim viram suas máquinas rodarem em algumas ocasiões. Daniel Ricciardo, na saída da curva 9, acabou perdendo o controle do carro, bem como Esteban Ocon, da Force India, e Sean Gelael, da Toro Rosso. Somente na segunda metade da sessão os pilotos puderam se dirigir aos boxes e voltarem ao traçado com pneus para pista seca, momento em que completaram o circuito muito mais velozes.

 

Mesmo com a pista traiçoeira, algumas escuderias aproveitaram a primeira sessão do fim de semana em Austin para dar rodagem a jovens talentos. Na Sauber, o piloto junior da Ferrari, Charles Leclerc, participou do treinou no lugar de Pascal Wehrlein. Já a Toro Rosso colocou na pista o neozelandês Brendon Hartley para substituir Carlos Sainz, que foi para a Renault. Pierre Gasly, que substituiu Daniil Kvyat nas últimas duas corridas, mas que está fora do GP dos EUA para disputar o título da Super Formula, no Japão, teve sua vaga preenchida por Sean Gelael, da Indonésia.

 

Os pilotos voltam a entrar em ação ainda nesta sexta-feira, às 17h (de Brasília), para o segundo treino livre em Austin, no Texas, onde acontece o Grande Prêmio dos EUA de Fórmula 1. Líder do campeonato, Lewis Hamilton pode sair das terras norte-americanos com o tetracampeão mundial. Para isso, basta Sebastian Vettel cruzar a linha de chegada no domingo em sexto lugar ou abaixo disso. Caso o piloto da Mercedes chegue em segundo, o alemão da Ferrari tem de encerrar a corrida em nono lugar ou abaixo disso, enquanto Valtteri Bottas não pode subir no lugar mais alto do pódio.

 

Confira a classificação completa do primeiro treino livre para o GP dos EUA:

1: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) – 1min36s335

2: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – 1min36s928

3: Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min36s979

4: Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min37s339

5: Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren) – 1min37s352

6: Felipe Massa (BRA/Williams) – 1min37s570

7: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min37s598

8: Esteban Ocon (FRA/Force India) – 1min37s808

9: Sergio Perez (MEX/Force India) – 1min37s861

10: Carlos Sainz (ESP/Renault) – 1min38s093

11: Kevin Magnussen (DIN/Haas) – 1min38s408

12: Lance Stroll (CAN/Williams) – 1min38s534

13: Nico Hulkenberg (ALE/Renault) – 1min38s904

14: Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso) – 1min39s267

15: Romain Grosjean (FRA/Haas) – 1min39s336

16: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – 1min39s366

17: Sean Gelael (IND/Toro Rosso) – 1min40s406

18: Marcus Ericsson (SUE/Sauber) – 1min40s448

19: Charles Leclerc (MON/Sauber) – 1min40s828

20: Fernando Alonso (ESP/McLaren) – sem tempo