Ivinhema - MS, sexta-feira, 16 de novembro de 2018

20º min
28º min



Publicado em: 20/01/2018 às 11h21

App que vai ao supermercado por você ganha aporte milionário


exame

Foto: Divulgação

 Cada vez mais setores incorporam o avanço do varejo online. Já é comum comprarmos um livro, um eletrodoméstico ou um smartphone pela internet – mas as startups querem fazer comprar frutas e verduras pela internet ser um processo simples.

 

Um dos negócios inovadores que está apostando em digitalizar o setor é a Supermercado NOW. A startup surgiu em 2015, com a proposta de fazer as compras no lugar do usuário e entregar na residência de escolha após duas horas (ou algum horário posterior agendado).

 

De lá para cá, o negócio possui cinco mil clientes ativos na Grande São Paulo e ultrapassou os cinco milhões de reais de faturamento anual. Agora, conquistou mais um investimento-anjo e continuará seus planos de expansão.

 

Ideia de negócio

A ideia para o Supermercado NOW surgiu em 2015, quando os então futuros empreendedores Cristiane Dias, Diego Kawaoka e Marco Zolet olharam para um negócio estadunidense que operava de maneira similar e até hoje faz muito sucesso: o Instacart, que já possui 190 mercados parceiros.

 

“Baseamos o negócio nesse empreendimento de fora, mas também em uma necessidade pessoal minha e de meus sócios. Não tínhamos tempo para fazer as compras no supermercado e sentimos que havia uma demanda por fazer essa tarefa de forma diferente”, conta Zolet, CEO da Supermercado NOW.

 

Zolet se desligou da empresa em que era executivo em setembro de 2015, com o objetivo de discutir o projeto da startup. Alguns pontos anotados pelos sócios foram agilidade de entrega, horários personalizados e uma seleção adequada de produtos mais sensíveis, como frutas e verduras.

 

O modelo de negócio da startup, incluindo a proposta tanto para consumidores quanto para os supermercados, foi definido dois meses depois.

 

“Além do consumidor poder receber suas compras em casa em poucas horas, os supermercados podem estar presentes no varejo online e aumentar suas vendas sem muito custo – para desenvolver uma plataforma de e-commerce e uma estrutura logística adequadas, seria preciso aportar um grande capital.”

 

Como funciona?

O usuário entra na plataforma, coloca seu CEP e consegue identificar 30 estabelecimentos das oito redes parceiras da Supermercado NOW, na cidade de São Paulo e na região do ABC.

 

Após escolher o supermercado ideal, o usuário monta sua cesta de produtos – cujo preço é o mesmo das gôndolas, diz a startup. Também é possível colocar observações, como preferências quanto ao estado de amadurecimento e tamanho de legumes e frutas.

 

Quando o carrinho já está montado, o usuário pode agendar o horário de entrega. O mínimo é de duas horas após o pedido. Há uma prévia do valor e o cliente pode fechar a compra. O pagamento é feito pelo cartão de crédito, de forma online.

 

 

A lista de produtos é então enviada a um “shopper” – pessoa cadastrada na plataforma e treinada para seleção dos itens e para a entrega, como um motorista do aplicativo Uber –, que vai ao mercado escolhido e depois à casa do cliente na hora agendada.

 

A taxa de entrega é integralmente repassada ao shopper. A monetização da Supermercado NOW é feita pela cobrança às redes de supermercado: há uma taxa para cada venda realizada pela plataforma.

 

Hoje, a startup possui uma base de 20 mil clientes – sendo que cinco mil deles são ativos. O ticket médio é de 250 reais, com duas compras de tal valor por mês.

 

Em 2017, o faturamento do negócio ultrapassou 5 milhões de reais – a startup não revela números mais precisos. “Enquanto 2016 foi um ano de validação, o plano de 2017 foi para adquirir clientes e crescer. Nosso faturamento aumentou 890%, comparando esses dois anos.”