Ivinhema - MS, sexta-feira, 17 de agosto de 2018

20º min
28º min



Publicado em: 02/02/2018 às 17h02

Carro derruba poste após acidente em esquina onde velocidade é problema

Cinco pessoas estavam nos dois carros envolvidos, mas ninguém ficou ferido


- Campo Grande News

Foto: Kleber Clajus

Corolla derrubou poste no cruzamento da Nasri Siufi com a Rio Brilhante

Um Toyota Corolla, conduzido por um rapaz de 30 anos, derrubou um poste de iluminação pública depois de se colidir lateralmente com um Fiat Palio no cruzamento da avenida Doutor Nasri Siufi com a Rio Brilhante, no bairro Lagoa Parque, região sul de Campo Grande.

 

De acordo com a condutora do Palio, Rosanea Xerez, 49, os carros seguiam pela Nasri Siufi e ela teria dado seta para a conversão, mesmo momento em que o Corolla teria tentado ultrapassar, provocando a colisão. O Corolla ainda rodou na pista antes de atingir o poste. "Ele estava ultrapassando e não percebeu que eu fazia a conversão", comentou.

 

Ela estava no Palio com dois filhos, de 8 e 17 anos. No outro veículo estavam o motorista e a namorada dele de 20 anos. Apesar do susto ninguém ficou ferido.

 

Quem mora ou trabalha na região diz que faltam placas de sinalização e poucos respeitam a velocidade da vida, que é de km/h. O pedreiro Samuel da Silva, 53 anos, conta que já foi solicitado um redutor de velocidade e semáforo para o cruzamento, mas até agora não houve resposta da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). "Já morreu gente a placa de 50 km/h ninguém respeita".

 

O borracheiro Diogo Ernesto, 29 anos, reforça que o problema é a alta velocidade e diz ter perdido as contas de quantos acidentes ocorreram no cruzamento. Segundo ele, somente neste início de ano foram quatro acidentes. Valmir Silva Irmão, 48 anos, conta que o fluxo de carros é constante, o que dificulta até para atravessar a via ao voltar para casa, no Caiobá. Ele conta que costuma andar de bicicleta e diz que "o jeito é andar na ciclovia, ainda assim tem o risco de um carro desgovernado invadir a pista e atropelar quem está lá".