Ivinhema - MS, domingo, 23 de setembro de 2018

20º min
28º min



Publicado em: 13/03/2018 às 16h05

Polícia e Câmara apuram homofobia de pai contra diretor de escola municipal

Vereador Valdir Gomes (PP) levou o caso aos colegas da Casa


Correio do Estado

Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Campo Grande também vai ajudar na apuração da denúncia feita por um diretor de escola municipal do bairro Aero Rancho, na região sul, em que teria sido chamado de 'viado' pelo pai de uma aluna na internet.

 

O caso foi revelado na manhã desta terça-feira (13), pelo presidente da Comissão de Educação da Câmara, vereador Valdir Gomes (PP), em seu discurso no plenário.

 

Segundo Gomes, o diretor, de 57 anos, o procurou para relatar a ofensa homofóbica sofrida e foi orientado a registrar um boletim de ocorrência, feito no último dia 9, na Delegacia de pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga. Foi anexado junto ao inquérito as mensagens escritas pelo investigado, de 30.

 

"Todos os dias vemos casos e mais casos de homofobia em uma sociedade que não aceita as diferenças em nome da falsa moral e dos bons costumes. Não vou me calar e nem me omitir quando se tratar de direitos das minorias", disse Gomes, através de postagem em suas redes sociais.

 

À Polícia Civil, o diretor da unidade educacional disse que pretende representar criminalmente contra o pai. Gomes prometeu acionar o Ministério Público Estadual para denunciar o caso e ganhou o apoio dos colegas da Casa, inclusive da Comissão de Constituição e Justiça, que também representará contra o pai na Promotoria.