Ivinhema - MS, terça-feira, 23 de abril de 2019

21º min
28º min



Publicado em: 03/09/2018 às 10h18

BATAYPORÃ: Empresário é preso realizando ''chupa cabra'' no Sicredi

Polícia Civil já investigava a ação delituosa há meses


Jornal da Nova

Foto: Luis Gustavo/Jornal da Nova

Suspeito flagrado dentro do banco Sicredi em Batayporã, no último dia 16

Um empresário identificado por Marcos Alencar Holanda de 40 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Batayporã fazendo “chupa cabra” no banco Sicredi, localizado à avenida Brasil, naquela cidade. Ele já vinha sendo investigado há meses pelo SIG (Setor de Investigações Gerais).

 

Conforme a reportagem, a agência bancária foi informada por uma cliente, que o dinheiro do caixa não saia e mandou imagem para um funcionário do Sicredi, onde a boca do caixa estava bloqueada, tratando-se de um mecanismo de fraude, conhecido como “chupa cabra” e que já havia ocorrido várias vezes nos últimos meses.

 

Diante disso, a Polícia Civil foi acionada e o Delegado Titular de Batayporã, Filipe Davanso Mendonça junto com policial civil, realizaram campana na agência onde flagraram o suspeito quebrando o mecanismo fraudador para subtrair R$ 310 que estava preso ao bloqueador.

 

Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde o flagrante foi lavrado por furto qualificado com abuso de confiança, ou mediante a fraude.  

 

Chupa cabra

Este tipo de pessoa se especializa em furtar dinheiro e instala mecanismos em caixas eletrônicos de maneira discreta, onde ao invés do dinheiro sair na boca do caixa, fica bloqueado, ele volta tempo depois para fazer a retirada do equipamento e do dinheiro que as pessoas tentaram sacar.