Ivinhema - MS, domingo, 9 de dezembro de 2018

17º min
32º min



Publicado em: 06/12/2018 às 15h29

Ministério Público pede afastamento de prefeito por contratações irregulares

Paulo Tucura (MDB) poderá ser afastado do Executivo


Correio do Estado

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPE) pediu à Justiça, o afastamento do prefeito de Ribas do Rio Pardo (MS), Paulo César Lima Silveira, o Paulo Tucura (MDB). A solicitação de afastamento na última quinta-feira (29), foi assinada pelo procurador geral Paulo Cezar dos Passos.

 

De acordo com a denúncia, em 2017, os envolvidos realizavam a contratação de diversas pessoas para prestação de serviços no município que recebiam pagamento direto por meio de notas de empenho individuais, sem vínculo contratual a prefeitura.

 

A ação pede punição, também, ao ex-prefeito Roberson Moureira que, na época das contratações, era “assessor informal” de Tucura, mesmo tendo sido condenado pelo mesmo motivo, após o final da gestão.

 

As contratações foram constatadas pela equipe do Tribunal de Contas do Estado. Os auditores também constaram no relatório, que os “prestadores de serviço” recebiam através de notas fiscais, foram contratados posteriormente.

 

No documento enviado à justiça em novembro, o procurador defende que o afastamento do prefeito é “para preservar a moralidade pública e evitar a influência negativa na gerência da município”.

 

O Correio do Estado entrou em contato com o prefeito Tucura por telefone, mas ele não atendeu às ligações.