Ivinhema - MS, sexta-feira, 26 de abril de 2019

22º min
32º min



Publicado em: 19/01/2019 às 09h58

DEODÁPOLIS: MPE pede para câmara criar CPI e vereador tenta tirar proveito


DEODAPOLISNEWS

Foto: DEODAPOLISNEWS

O Ministério Público Estadual através da promotoria de justiça de Deodápolis, notificou nesta semana o presidente da câmara do município, o vereador Gilberto, para a criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que vai apurar uma eventual irregularidade relacionada à eleição da câmara municipal de Deodápolis de 2017 a 2018 de compra de votos, no qual elegeu o vereador Marcio Teles presidente.

 


Os fatos foram divulgados e a população pode saber através da matéria do Site Deodapolisnews, que divulgou no dia 03/01/2018 com o título “DEODÁPOLIS: MPE investiga grande ‘esquema’ de tráfico de influência e ato de improbidade administrativa praticados pelo Prefeito e Vereadores”, no qual descreveu a situação da denuncia feita ao MPE, apontando um inquérito civil do Ministério Público Estadual que esta sendo apurado e investigado desde 2017 onde mostra um possível esquema envolvendo a câmara municipal e o prefeito Valdir Sartor. Na matéria o site já adiantava, que a promotoria iria pedir a abertura da CPI, como também um inquérito policial para apurar a ocorrência de suposto crime de corrupção do envolvidos.

 

QUERENDO TIRAR PROVEITO

 


Mas nesta semana o vereador Marcio Teles, sabendo que iria ser aberta uma CPI para investigá-lo, protocolou um pedido para abrir a CPI, destacando para populares e seus ‘cupincha’ que quer esclarecer os fatos que o site Deodapolisnews postou, dando a entender como se o site tivesse criando fatos. Por que não fez isso antes? Por isso mais uma vez a nossa redação posta os fatos do município, que por muitos anos estavam sendo escondidas da população, não sendo divulgada por eles e até a imprensa local, para apreciação da população, o nosso papel é apenas informar os fatos, sendo que a justiça fará seu papel e os internautas de forma livre formar suas opiniões.

 

Ainda sobre a matéria, a transparência de informação foi evidenciada, ao ser postado o número do inquérito civil e como pesquisar todo o desdobramento dos fatos. Novamente colocaremos o número do inquérito abaixo, n.º 06.2017.00000048-8 esta disponível para consulta no http://consultaprocedimento.mpms.mp.br/consulta/saj