Ivinhema - MS, quinta-feira, 23 de maio de 2019

12º min
18º min



Publicado em: 20/04/2019 às 09h46

‘Fiz besteira’, disse sobrinho após matar tia que tinha deficiência nas mãos


Midiamax

Foto: Carlos Yukio

Ivelin Aparecida Alves dos Santos, de 46 anos, foi morta com 24 facadas na tarde desta sexta-feira (19), na Vila Palmira, em Campo Grande. Ismael Lourival dos Santos, de 22 anos, sobrinho da vítima, está sendo procurado pela Polícia Militar.

 

Segundo informações da delegada Maíra Machado, da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), a Ivelin morava com três sobrinhos e discussões entre eles eram constantes.

 

Para matar a tia durante uma briga, o sobrinho usou uma faca de cozinha com cerca de 20 centímetros. Ivelin era aposentada por invalidez porque tinha deficiência nas mãos causada por artrose. Ela foi ferida 24 vezes pelo corpo.

 

Além de Ismael, outro sobrinho de 15 anos estava na residência. Logo após matar a tia, o rapaz fugiu e disse para parentes “fiz uma besteira”. O caso foi registrado como feminicídio consumado e será investigado pela Polícia Civil.