PUBLICIDADE

Presos do PCC torturam agentes penitenciários durante rebelião em presídio

Um dos reféns teve o rosto cortado e recebeu diversas perfurações de faca artesanal. Os outros três servidores também foram agredidos

| TOPMÍDIA NEWS


Os presos da facção brasileira Primeiro Comando da Capital (PCC) fizeram quatro servidores penitenciários como reféns durante rebelião ocorrida na noite de ontem, no presídio de Concepción, no Paraguai. As vítimas foram torturadas e o desfecho só não foi pior porque os agentes da Polícia Nacional conseguiram controlar o conflito e libertá-las.

 

Segundo informações, os criminosos tomaram a ala de condenados e renderam os funcionários da unidade. Um dos reféns teve o rosto cortado e recebeu diversas perfurações de faca artesanal. Os outros três também foram agredidos.

 

Após a libertação, as vítimas foram encaminhadas ao Hospital Regional de Concepción. Os demais internos deram apoio à rebelião que só foi controlada com a chegada da Polícia Nacional. Não foi divulgado o número total de presos envolvidos. Assim como no Brasil, o PCC tem vários internos em diversos presídios no Paraguai que, apesar da restrição da liberdade, prestam apoio às ações do crime organizado na fronteira.



LEIA MAIS

Polícial
PM prende ex-cunhado suspeito de matar homem a machadadas em MS
Suspeito negou o crime
Polícial
Funcionários de olaria são presos com rifles
Polícial
Tiroteio termina com prisão de policiais e apreensão de avião com cocaína na fronteira
Sete policiais paraguaios foram presos
Polícial
Seminua, mulher de 35 anos é encontrada morta em casa de aluguel
Conforme levantamento da perícia, vítima estava morta há 14 dias
Polícial
Subtenente que ateou fogo em quartel terá que fazer tratamento
Ele foi considerado semi-imputável durante julgamento
Polícial
‘Dono’ de centro de distribuição de droga é preso com 30 kg de maconha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE