Ivinhema - MS, sexta-feira, 17 de novembro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 08/11/2017 às 14h30

Defesa tenta revogar prisão de suspeito de abusar de garotos em condomínio

Foi preso nesta terça (7) na casa de parentes


- Midiamax

Foto: Midiamax

Foi preso nesta terça (7) na casa de parentes

A defesa do suspeito de abusar de garotos em um condomínio, em Campo Grande, tenta revogar a prisão do homem de 55 anos, conhecido como ‘Tio Zé’. Ele foi preso nesta terça-feira (7), na casa de parentes, no Jardim Imá.

 

De acordo com o advogado Loester Borges, será impetrado um habeas corpus nesta quarta (8) para tentar a liberdade de ‘Tio Zé’, que segundo Loester foi preso de forma arbitrária já que seu cliente não estaria atrapalhando as investigações. “Agora vamos esperar”, disse o advogado.

 

‘Tio Zé’ já responde por um processo de estupro de uma menina de 11 anos, em 2014. Na residência onde ele estava morando a polícia apreendeu matérias com conteúdo supostamente pornográfico, além de dois celulares e um caderno que era usado para manter a comunicação, com troca de bilhetes, entre ele e os garotos.

 

Até agora, dos oito a nove abusos suspeitos, dois cometidos contra meninos de 12 anos já foram confirmados. A perícia vai confirmar se realmente havia pornografia no material.

 

Uma das vítimas era abusada há 1 ano e outra foi alvo recente do morador. Pelos crimes já confirmados, o homem foi indicado. A polícia solicitou exame de sexologia forense, mas mesmo sem os laudos já é possível incriminá-lo, conforme o delegado responsável pelo caso.

 

De acordo com o delegado Fábio Sampaio da Depca (Delegacia Especializada na Proteção da Criança e do Adolescente), José pagava refrigerantes, lanches e açaí para as crianças. Quando conquistava confiança, os convidava para ir até sua casa assistir TV. Depois disso, até autorização dos pais para que os meninos dormissem fora de casa ele conseguia.