Volta às aulas com bandeira vermelha só pode ter 50% dos estudantes em sala


PUBLICIDADE

DOURADOS NEWS

Foto: Ilustrativa
PUBLICIDADE

Resolução expedida pela Secretaria de Estado de Educação para autorizar retorno das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul indica que municípios na bandeira vermelha do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia) só podem ter 50% dos estudantes em sala de aula. 

 

Essa é a classificação de risco (alto) de contágio do novo coronavírus para Dourados e outros 47 municípios sul-mato-grossenses, conforme a mais recente atualização do Comitê Gestor, divulgada em 7 de julho e válida do dia 8 passado até o próximo 22. 

 

Por causa da pandemia, a Resolução/SED nº 3.885, de 9 de julho de 2021, publicada na edição desta segunda-feira (12) do Diário Oficial do Estado, autoriza o retorno das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul a partir de 2 de agosto de 2021 com escalonamento semanal dos estudantes. 

 

O documento assinado pela secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Mota, estabelece que até nos municípios com bandeira cinza (grau extremo de risco de contágio), pode ser retomada a aula presencial, mas com 30% dos estudantes em sala. 

 

Na bandeira vermelha (grau alto) esse índice sobre para 50%, bandeira laranja (grau médio), classificação de 27 municípios atualmente, vai a 70%, bandeira amarela (grau tolerável), caso de cinco cidades, até 90%, e somente bandeira verde (grau baixo) pode chegar a 100%. Porém, nesse melhor cenário não há uma única localidade em território estadual. 

 

Também foi estabelecido competir à Direção Escolar o dever de organizar o escalonamento dos estudantes para o retorno às aulas presenciais, e outras providências que necessárias forem.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE