NOVA ANDRADINA:4 furtos são registrados na Delegacia de Polícia


PUBLICIDADE

JORNALDANOVA

Casos registrados na Delegacia de Polícia / Imagens: Arquivo/Jornal da Nova
PUBLICIDADE

as últimas 24 horas a Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina registrou quatro furtos ocorridos em vários pontos da cidade.


 

Um homem de 58 anos, relatou que estava na rua Sidney Sanches no Conjunto Habitacional Sinhá Estela, trocando as lâmpadas dos postes de iluminação pública, quando retornou ao seu veículo que estava estacionado, deu por falta de uma pasta, onde estava sua carteira com documentos pessoais, aproximadamente R$ 35 em dinheiro, um óculos de grau e as chaves de seu carro particular.

 

 

À polícia ele disse que não sabe quem foi o autor do delito, mas informou que uma testemunha que mora nas proximidades teria visto um indivíduo de camiseta amarela, que estava de tornozeleira eletrônica, parar de bicicleta próximo aonde a caminhonete estava estacionada.

 

Já na rua Melvin Jones, no bairro Centro Educacional, um idoso, de 70 anos, relatou que estacionou seu veículo em frente à residência para almoçar e quando retornou percebeu que sua carteira contendo seus documentos pessoais, aproximadamente R$ 900,00 e seu aparelho celular marca Positivo, que estavam no interior do veículo foram furtados.

 

Um homem, de 61 anos, comunicou na Delegacia de Polícia o arrombamento e o furto numa obra localizada a rua Marcilene Marques Girão Pinto no Jardim Monte Carlo.

 

Segundo ele, ao chegar para trabalhar, encontrou a porta de metal dos fundos arrombada, do local foram subtraídos uma Makita, uma extensão de 20 metros de comprimento, uma furadeira, um rádio, um martelo, uma trena e um prumo.

 

Por fim, um homem, de 35 anos, disse que estava trabalhando em uma residência localizada a rua Sargento Gilson Antônio Miranda no Conjunto Habitacional Pedro Pedrossian, quando percebeu um vulto ingressando dentro do imóvel.

 

A vítima desceu do andaime e, então percebeu que seu aparelho celular que estava em cima do para-brisa do veículo que estava estacionado na garagem do imóvel, assim como sua carteira que estava no interior do automóvel haviam sido subtraídos.


 

Ainda segundo a vítima, ela informou que havia deixado o portão do imóvel fechado, mas não estava trancado, assim como seu carro que estava na garagem. Informa também que ouviu um baralho de motocicleta saindo do local.

 

A SIG (Seção de Investigações Gerais) foi acionada e investiga os casos.

 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE