Idoso é multado em R$ 21 mil por processos erosivos em sua propriedade em Batayporã

O proprietário, de 70 anos, residente em Naviraí, já havia sido notificado anteriormente a realizar terraceamento com a finalidade de evitar processos erosivos


PUBLICIDADE

JORNAL DA NOVA

Solo degradado / Imagens: PMA/Divulgação
PUBLICIDADE

Policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã estiveram nesta terça-feira (21), em uma propriedade no município, onde havia diversos pontos de processos erosivos em uma extensa área de pastagem, pela falta de conservação do solo.


Durante fiscalização, o proprietário, de 70 anos, residente em Naviraí, já havia sido notificado anteriormente a realizar terraceamento com a finalidade de evitar processos erosivos e a fazer a correção das erosões do tipo ravinas já existentes, para que não viessem a virar voçorocas, porém, o infrator não havia cumprido nem apresentado justificativas plausíveis para o não cumprimento da atitude de relevante interesse ambiental.

 

O infrator foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 21.320,47, pelos danos ambientais encontrados na propriedade.

 

A PMA determinou a interdição das áreas afetadas para proteção e recuperação. O proprietário também foi notificado a apresentar um Prada (Projeto de Recuperação de Área Degradada e Alterada) junto ao órgão ambiental.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE