Após tiroteio, começo da manhã é tranquilo em Costa Barros


PUBLICIDADE

A manhã começou mais tranquila na região das comunidades daPedreira e Chapadão, entre os bairros de Costa Barros e Pavuna, Subúrbio doRio. Como mostrou o Bom Dia Rio nesta terça-feira (23), a tarde desta segundafoi marcada por uma operação policial e confronto entre policiais e criminososnas imediações. Segundo a polícia, uma pessoa ainda sem identificação morreu eoutras quatro foram presas e levadas para 39º DP (Pavuna). Os confrontosprovocaram também o fechamento por cerca de 40 minutos da estação RubensPaiva, da Linha 2 do metrô.


No mesmo horário, o trânsito foi bloqueado na Avenida PastorMartin Luther King, uma das principais da região, e houve um desvio para osmotoristas nas ruas próximas. Nas redes sociais, motoristas informavam que aspistas da avenida foram fechadas pelos criminosos que promoviam arrastões.Segundo a Polícia Militar, um grupo de pessoas colocou fogo em pneus, queimpediam a passagem na via.


Além da PM, carros do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civiltambém estavam no local do tiroteio. De acordo com o MetrôRio, o fechamento daestação afetou apenas o embarque dos passageiros, já que a passarela de acessofica próxima de uma das entradas da favela.


Segundo a companhia, por volta das 16h, a estação já haviasido reaberta e funcionava normalmente. O problema não afetou os passageirosque desembarcavam na estação. A circulação dos trens não foi afetada e nãohouve atrasos.


De acordo com a Polícia Militar, no fim da noite os agentesapreenderam uma grande quantidade de drogas, medicamentos e carros roubados.Cerca de 80 policiais, entre PM Batalhão de Choque e Batalhão de OperaçõesEspeciais participaram da operação.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE