PUBLICIDADE

Chefe da RBR revela que esteve perto de contratar Alonso em 2009


Atualmente correndo pela McLaren, a vida de Fernando Alonso poderia ter tomado rumos diferentes no passado. Nesta terça-feira, o chefe da Red Bull, Christian Horner, revelou que esteve muito próximo de assinar com o espanhol no ano de 2009, porém divergências quanto à duração do contrato travaram a negociação.

 

“Estivemos muito perto de contratar Alonso. Helmut (Marko, consultor da RBR) e eu conversamos com o empresário dele no final de 2008 e oferecemos um contrato de dois anos. Ele só assinaria por um, e nós dissemos que a posição da Red Bull era dois anos ou nada, e ele não se comprometeria com isso. Pensamos que ele já tinha um contrato muito claro com a Ferrari”, explicou em entrevista ao site da revista MotorsportMagazine.

 

O ano de 2009 foi justamente um momento de virada e ascensão da Red Bull. A partir de 2010 até 2013, a equipe dominou a categoria com os quatro títulos consecutivos conquistados por Sebastian Vettel. Segundo Horner, a escuderia gostaria de ter contado com Alonso na época, quase que à qualquer custo: “No meio de 2009, me abordaram querendo saber se ‘ele poderia se juntar à equipe no meio da temporada’, porque eles achavam que ele poderia ganhar o campeonato. Tivemos ainda outras conversas em 2011 e 2012, e novamente não aconteceu. O mais próximo que tivemos dele foi naquela primeira conversa, e depois perdemos a chance”.

 

Desde então, Alonso disputou cinco temporadas na Ferrari e completou a sua terceira pela McLaren neste ano. Neste fim de semana, os pilotos desembarcam no Brasil para disputar o GP de Interlagos, o penúltimo do ano.



LEIA MAIS

F-1
Hamilton supera Verstappen e consegue 100ª pole position da carreira
F-1
F1: Verstappen vence GP caótico em Ímola; Hamilton é segundo após recuperação e mantém liderança
Segunda etapa da temporada 2021 da F1 teve rodadas, safety car e bandeira vermelha por conta da chuva que caiu em Ímola
F-1
Hamilton luta até o fim e bate Verstappen no GP do Bahrein de F1
O inglês superou o holandês, que largou em primeiro e terminou a corrida na segunda posição.
F-1
Hamilton vence GP da Bélgica de Fórmula 1 e fica a duas vitórias do recorde de Schumacher (ÁUDIO)
F-1
Hamilton lidera terceiro treino livre na Bélgica; Vettel dá vexame e é o último
F-1
Ayrton Senna é o piloto mais rápido da F1 nas últimas quatro décadas, informa estudo
Levantamento encomendado pela categoria mostra que tricampeão foi o mais veloz na comparação com colegas de equipe nas classificações, onde se afere velocidade bruta dos pilotos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE