Ivinhema - MS, sexta-feira, 17 de agosto de 2018

20º min
28º min



Publicado em: 29/01/2018 às 14h01

Temer: 'Queria Lula nas eleições para pacificar o país'

Presidente disse que tirar Lula das eleições deixou país "tenso"


- Midiamax

Foto: Divulgação

Presidente disse que tirar Lula das eleições deixou país "tenso"

O presidente Michel Temer (PMDB) comentou na manhã desta segunda-feira (29) o que se deve esperar do cenário político e das eleições de 2018, em entrevista ao programa Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes.

 

Temer considerou que a imagem do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), condenado na última quarta-feira (24) a mais de doze anos de prisão, será determinante independente de sua elegibilidade.

 

"Dizer que Lula está morto politicamente, que a imagem, palavra, presença não estará presente [nas eleições].... Morto ele não está", disse Temer à rádio.

 

Para Temer, a ausência de Lula das eleições "tensiona o país". "Temos que distencionar as relações. O Brasil vive um tensionamento permanente. É brasileiro contra brasileiro".

 

O presidente ainda declarou que gostaria que "queria que Lula participasse da eleição para pacificar o país". Na quarta, o julgamento que terminou em sua condenação foi envolto de protestos.

 

Temer evitou opinar sobre a condenação do ex-presidente e dar informações sobre sua intenção de se candidatar à Presidência. "Vocês me convidam no final de maio que eu digo", disse o presidente.