Ivinhema - MS, terça-feira, 14 de agosto de 2018

20º min
28º min



Publicado em: 09/05/2018 às 08h08

NOVA ANDRADINA: Homem de Amandina é executado a tiros próximo da Delegacia

Vítima estava de visita na residência quando foi morto


Jornal da Nova

Foto: Luis Gustavo/Jornal da Nova

Ronaldo da Silva Lopes de 20 anos, foi executado a tiros na noite desta terça-feira (8), em uma residência na rua Vearni Castro, próximo a esquina com a avenida Rio Brilhante, a cerca de 100 metros da Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina.

 

Testemunhas informaram à reportagem do Jornal da Nova, que ouviram pelo menos seis disparos de arma de fogo contra a vítima, que a princípio, chegou naquela residência na parte da manhã.

 

Três pessoas chegaram ao local, sendo um armado, logo em seguida executaram o rapaz, que seria morador de Amandina, município de Ivinhema e estava na casa da avó para morar e trabalhar numa carvoaria.

 

Após os tiros, a testemunha ouviu barulho de uma moto saindo e ao averiguar na varanda, encontrou Ronaldo baleado e morto.

 

Uma equipe do Samu 192 foi acionada, mas a vítima já estava em óbito. Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia Criminal estiveram no local. 

 

Segundo informações policiais, ele seria um dos acusados de matar João dos Anjos de 35 anos, conhecido como João Maconha, com pelo menos 10 facadas, durante uma briga na rua Cavelino Pelissario no Distrito de Amandina, no dia 28 de abril passado. 

 

A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do hospital. Para os policiais que tiveram na cena do crime na noite desta terça-feira (8), o caso pode estar ligado num ato de "vingança".

 

 Investigadores da SIG (Setor de Investigações Gerais) estiveram no local coletando dados para chegar aos autores do crime.