Ivinhema - MS, quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

23º min
33º min



Publicado em: 20/11/2018 às 15h21

DEODÁPOLIS: MPE apura possível poluição causada pela Copasul


DEODAPOLISNEWS

Foto: IMAGEM DO MPE

Fumaça durante os trabalhos na COPASUL

O Ministério Público Estadual através da promotoria de justiça de Deodápolis, após uma denuncia instaurou um Inquérito Civil nº 06.2018.00003082-0, para apurar eventual poluição do ar causada por fumaça proveniente das instalações e atividades da Cooperativa Agrícola Sul Mato-Grossense Ltda. - COPASUL, no Município de Deodápolis.

 

Conforme apurou o Site Deodapolisnews, a denunciante informou que no inicio deste ano a empresa instalou um novo secador de grãos, e que esta causando um intenso ‘fumaceiro’ produzido a noite, para evitar confusão, mas segundo o denunciante, mesmo assim a empresa esta poluindo o meio ambiente com fumaça intensa, mau cheiro e inclusive, causando o ataque de doenças respiratórias nos moradores próximos ao local.

 

OUTRO LADO

 

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da COPASUL que enviou a segunda nota:

 

A Copasul  informa que ainda não foi intimada a respeito do referido processo, mas,  que vem  realizando diversas medidas de controle e prevenção das emissões atmosféricas ocasionadas pela secagem de grãos no município de Deodápolis. Ao longo dos últimos três anos, foram instalados dispositivos para a retenção de partículas, como filtros de manga; casas de contenção, inclusive uma tela de cerca de 15 metros de altura; plantio de eucalipto (Cortina arbórea)  e ainda instalação de um novo secador  que oferece mais eficiência na secagem dos grãos e na retenção de resíduos. É importante destacar que a Cooperativa possui, acima de tudo, o compromisso com o bem-estar da  sociedade  e  em sanar  qualquer problema que eventualmente esteja ocorrendo. 

 

Estamos à disposição para sanar qualquer dúvida.