Ivinhema - MS, sexta-feira, 26 de abril de 2019

22º min
32º min



Publicado em: 01/02/2019 às 07h44

IVINHEMA: Defensoria garante acesso à medicação de alto custo para tratamento de câncer em Idoso


Ivinoticias - Lucas Pellicioni/DPMS

Foto: Imagem Ilustrativa

 

A decisão do Tribunal de Justiça que obrigou o município de Ivinhema e o Estado a fornecerem medicação de alto custo a um homem de 80 anos para o tratamento contra o câncer de próstata, é resultado de uma ação da Defensoria Pública.

 

A medicação avaliada em aproximadamente 13 mil reais não consta na lista de medicamentos fornecidos pelo SUS, o que poderia prejudicar o tratamento de saúde do idoso, já que o laudo médico prescrevia especificamente o medicamento.

 

Sem condições de pagar pelo tratamento, o paciente então procurou a Defensoria que ajuizou ação enfatizando que saúde é um direito público fundamental previsto no artigo 196 da Constituição Federal e pelo artigo 173 da Constituição Sul-Mato-Grossense.

 

“Saúde é um direito de todos e dever do Estado garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução de doença e de outros agravos e ao acesso universal igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”, afirma o defensor público André Santelli Antunes.

 

O defensor, proponente da ação, também contextualizou que o fato da medicação não estar na lista de referências para fornecimento farmacológico do SUS, não impede o seu fornecimento.

 

“É entendimento do Superior Tribunal de Justiça julgamento do Resp. nº 1.657.156 – RJ (2017/0025629-7) desde que haja laudo médico comprovando a necessidade de especifica medicação, incapacidade financeira de arcar com os custos e que a medicação prescrita tenha registro na Anvisa, o que é o caso do usuário da Defensoria Pública”, finalizou.

 

Demanda

 

Nos últimos anos o número de casos de pacientes que procuram a Defensoria para ter acesso a medicamentos, incluindo de alto custo, aumentou. Em 2017, foram 10.029. Já em 2018 aumentou para 11.570 casos e este ano, em uma semana de atendimento, o número está em 664 atendimentos.